terça-feira, 18 de julho de 2017

Guia de Montagem da Moldura: Saiba como funciona o processo de cola e grampeamento das molduras.

Gravuras, telas, porta retrato, pôster, espelhos. O processo de emoldurar é quase uma obra de arte! Já sabemos que existem diversos aspectos que evolvem o passo a passo para emoldurar, e se existe algo que agrega, e muito ao seu quadro, essa é sem sombra de dúvida: a moldura. Molduras para quadro exercem um papel de nobreza, valorizam a obra e oferecem um toque especial para a decoração de ambientes.


Hoje você vai conhecer um dos passos que envolvem a Montagem de um Quadro. É quase como o talhar da madeira à moldura, você se encanta por cada detalhe!


Preparação

A primeira coisa a ser feita é o corte da moldura. Após esta etapa vamos fazer o fechamento do quadro. Iniciamos pela aplicação da cola para junção das molduras, recomendamos o uso da Cola Moldurarte que é a única cola especifica para junção de molduras disponível no mercado. Lembrando que a junção das peças de molduras se dá através da curagem da cola, os grampos são utilizados apenas para segurar as partes das molduras unidas até que a cola cure, o que leva em torno de 12 horas. Atenção para a quantidade de cola a ser utilizada, em madeiras como Pinus que não tem muita absorção, deve-se colocar uma quantidade pequena de cola, pois corre risco de escorrer, já em madeiras porosas, como a madeira de eucalipto e a madeira do norte, pode-se usar uma quantidade maior de cola.


Sistema de grampeamento

Para entender como funciona o grampeamento de perfis de madeira, é importante saber que os grampos possuem basicamente duas especificações:

SW para madeira macia ou mole, como por exemplo, Madeira do Norte, Marupá e outras.
- HW para madeira de média dureza, como por exemplo, Pinus, Eucalipto, dentre outras.
Os tamanhos dos grampos podem ser de 5,7,10,12 e 15 mm de altura.

Ganhando a forma

Após selecionar o grampo recomendado para o tipo de madeira e para a altura da moldura a ser grampeada, a próxima etapa é colocar as molduras na grampeadora. Neste momento, entra uma matemática perfeita para garantir a qualidade final e acabamento impecável. Para grampear molduras altas, como as caixas, recomenda-se o uso de dois ou mais grampos sobrepostos. Já as molduras com o perfil baixo, você poderá usar apenas um grampo.




Cuidados para um perfeito grampeamento:

-  Escolher o tipo de grampo correto a ser utilizado.
 Ao alinhar as molduras na grampeadora, antes de efetuar o grampeamento, avaliar se a junção está perfeita.
- Grampeadora deve estar sempre limpa, sem resíduos de cola na mesa que podem prejudicar o grampeamento da moldura.
- Os pressionadores também tem que estar sempre limpos, sem resíduos de cola que podem danificar o acabamento da moldura.
- A máquina deve estar bem alinhada e nivelada.


O universo das molduras é fascinante, cheio de detalhes e paixão. Agora que aprendeu como funciona o processo de cola e grampeamento, fique atento, teremos nos próximos dias mais um tema a ser abordado, é a montagem de um quadro.

Nenhum comentário:

Postar um comentário